jeudi 6 novembre 2008

O reino deste mundo

Ontem às 10 e meia da noite mais ou menos, na Gare de Lyon , um entroncamento de estação de TGV , metrô e trens suburbanos chamados de RER ( Reseau Express Regional) , cruzo com um grupo de "jovens" ( como se chamam por aqui jovens negros ou arabes dos suburbios pobres). Aquele tipo de jovem que se vê em filme americano, com aqueles jeans larguissimos, cheios de mensagens e remendos, caindo pelos quadris apesar do cinto, com o gancho quase no joelho ( no verao, com camiseta, metade da cueca fica aparecendo) e arrastando no chao. Boné na cabeça, colares e brincos e aqueles tênis enormes. Muito comum aqui.
Pois é, o grupo vinha cantando alto mas pacificamente. Alegrissimo. Os meninos se dirigiam aos passantes, mais às menininhas, gritando felizes: - Obama Presidente! Acabou o racismo! Viva os negros!
Anteontem, véspera da eleiçao, minha amiga Adeline, martiniquenha, nos convidou pra um jantar com outros amigos. Nao podiamos ir, era vespera também de minha viagem semanal à provincia, a trabalho. Mas como somos vizinhas, fui vê-la de tarde. Enquanto preparava o jantar ela estava scotchada na CNN. E me disse que o jantar seria na verdade uma vigilia. Esperariam juntos a proclamaçao do resultado. Amigos africanos, martiniquenhos, franceses ( parece esquisita essa diferença mas voltarei a ela depois). Contavam conosco, os brasileiros. Pena que nao podiamos ir.
Conversamos e contei-lhe o que lera no Globo, nao sei se no Anselmo ou no Noblat: Obama hoje é o Lula de 2002. E a quebra de um paradigma, nos Esteites, de cor, entre nos, mais sutilmente, de origem. Um presidente da republica filho do Brasil, como diz o titulo de uma de suas biografias, é um novo começo. E a construçao de uma outra imagem, o principio de uma outra narrativa. A decepçao com o governante é outra coisa, e - sabem? - creio que menos importante na "durée".
Por coincidencia, estou lendo Paul Ricoeur, Temps et récit. (Dificil, dificil... mas da pra entender umas coisinhas...) . Ai se lê que é ao contar historias que se constroi a Historia, tanto a pessoal (como ensina a psicanalise) quanto a coletiva( como mostra a construçao do povo judeu em torno da Biblia). Construir e ligar imagens - narrar: voilà a construçao da ipseité, do proprio, da identidade, nao una mas multipla e coerente. Voilà a tarefa individual e coletiva.
E, não estou ouvindo falar em Monteiro Lobato neste momento. Quem se lembra d'O Presidente Negro, a ficção lobatiana na qual um homem negro e uma mulher branca disputariam a presidência dos Estados Unidos?

4 commentaires:

Jonga Olivieri a dit…

Não conheço este livro de Monteiro Lobato, mas juro que vou procurar.
Quanto a Lula, considero ele o maior fenômeno político a que assistimos no Brasil desde Getúlio Vargas.
E Barack Obama? Bem, se fizer metade do que esperam dele vai ser outro acontecimento político. Não creio, entretanto, que possa. Naquele país, só são aceitos aqueles que protegem piamente a propriedade privada e, principalmente, o grande capital.
Se sair da linha... não faltarão KKK's da vida para riscá-lo definitivamente do mapa.
Agora, o cara é carismático, elegante, ao extremo de seus mínimos gestos, simpático. Uma figura digna dos tempos que vivemos neste terceiro milênio.

Kovacs a dit…

O melhor texto que li até o momento, na Internet, sobre a eleição de Obama está no link: http://oindividuo.org/2008/11/05/viva-obama/

Segue o trecho que achei mais interessante:

"O Obama de fato é algo revolucionário. Não por ser negro, ou relativamente jovem, ou não ter vindo de uma família milionária, ou várias outras coisas que o separam do perfil padrão para um candidato à presidência americana. Mas por ser tudo isso e não ostentar tais “credenciais” como se lhe dessem instantânea superioridade moral. Por recusar-se a se tornar um estereótipo ambulante de si mesmo ou de abstratas minorias oprimidas. Ao contrário de McCain, que de 15 em 15 minutos faz questão de lembrar a todos como foi um prisioneiro de guerra, Obama não parte do princípio de que ser vitimizado seja automaticamente meritório."

Clara Lopez a dit…

eliana, vc deve ser a única pessoa que eu conheço que leu o presidente negro do lobato, nunca sequer ouvi falar dessa obra, vc tem o raro dom da memória (não sei de onde tirou que está esquecendo) e desencava coisas inauditas. enfim, mas não acho que tenha paralelo o seu lula e o obama deles, porque lula sentou em cima do projeto político-social que era sua bandeira e pelo qual foi eleito; obama não pode sentar em cima da negritude dele, não pode exorcizá-la, como fez lula com seu legado. o que pode acontecer é o obama não conseguir realizar as mudanças que promete, não enquanto negro, mas enquanto presidente da américa. mas ele ter sido eleito é um avanço, por ele ser negro, claro, mas também porque suas outras qualidades inspiram a todos.
beijo,
clara

Eliana BR a dit…

Caro Jonga, Kovacs, Clara,
Obrigada por seus comentarios.
Veremos o que o futuro nos reserva a todos via Obama.
Quanto ao Choque das Raças ( O presidente Negro), mesmo se os valores de Lobato nao sao os nossos ( e nao podem mesmo ser), nao ha duvida de que foi um homem o futuro, nao é? ( Clarita querida, adorei seus elogios a minha memoria. Quero, careço e preciso acreditar neles...)
Eliana

Capa de Ronaldo Graça

Capa de Ronaldo Graça

Capa de Ronaldo Graça

Capa de Ronaldo Graça

Capa de Ronaldo Graça

Capa de Ronaldo Graça

Capa de Ronaldo Graça

Capa de Ronaldo Graça

Capa de Ronaldo Graça

Capa de Ronaldo Graça

Interior de Saint Julien le Pauvre

Interior de Saint Julien le Pauvre

Marion e a igreja de Saint Julien le Pauvre

Marion e a igreja de Saint Julien le Pauvre

Barcelona

Barcelona

Barcelona

Barcelona

Museu da Catalunha

Museu da Catalunha

A arvore mais velha de Paris.Jardim de Saint Julien le Pauvre

A arvore mais velha de Paris.Jardim de Saint Julien le Pauvre

Jardim da igreja de Saint Julien le Pauvre

Jardim da igreja de Saint Julien le Pauvre

Igreja da Madeleine

Igreja da Madeleine

Das escadas da Madeleine. Ao fundo, a place Vendôme

Das escadas da Madeleine. Ao fundo, a place Vendôme

Barcelona- Gracia

Barcelona- Gracia

Rue de Bucci

Rue de Bucci

Barcelona

Barcelona

Charitas forever

Charitas forever
Foto de Elias Francioni

Passage Saint Andre des Arts

Passage Saint Andre des Arts

Cartão-postal

Cartão-postal
Foto de Vera Bungarten

Paris...

Paris...
Foto de Vera Bungarten

No centro do Louvre

No centro do Louvre
Foto de Vera Bungarten

Passages de Paris

Passages de Paris
Foto de Vera Bungarten

Livraria Shakeaspeare.Quartier Latin

Livraria Shakeaspeare.Quartier Latin
Foto de Ana Maria Lucena

Quartier Latin

Quartier Latin
50 anos de Ionesco

Tonico Pereira. Teatro da FAAP

Tonico Pereira. Teatro da FAAP

Le Petit Pont e l'Hôtel de Police

Le Petit Pont e l'Hôtel de Police

Feliz Ano Novo ( foto de Patrick Corneau)

Feliz Ano Novo ( foto de Patrick Corneau)
Dança, a esperança equilibrista porque o show de todo artista tem de continuar.

Ilha da Boa Viagem

Ilha da Boa Viagem
Foto de Elias Francioni

Rue de la Huchette. Quartier Latin

Rue de la Huchette. Quartier Latin

Xando Graça

Xando Graça

Pont Saint Michel

Pont Saint Michel

Les Invalides

Les Invalides
Foto de Vera Bungarten

A dama de ferro

A dama de ferro
foto de Ana Lucena

A côté du Beaubourg

A côté du Beaubourg
Foto de Vera Bungarten

Chez Procope

Chez Procope

Igreja de Saint Séverin

Igreja de Saint Séverin

Angulo da igreja de Saint Séverin. Quartier Latin

Angulo da igreja de Saint Séverin. Quartier Latin
(foto Ana Maria Lucena)

Detalhe da Catedral de Notre Dame

Detalhe da Catedral de Notre Dame

Bassin Igor Stravinsk (ao lado do Beaubourg)

Bassin Igor Stravinsk (ao lado do Beaubourg)
Foto de Vera Bungarten

Liceu Henri IV

Liceu Henri IV
foto de Maria do Rosario

Liceu Henri IV. Ao fundo, o Panthéon

Liceu Henri IV. Ao fundo, o Panthéon
foto de Maria do Rosario

Liceu Henri IV

Liceu Henri IV
foto de Maria do Rosario

Liceu Henri IV

Liceu Henri IV
foto de Maria do Rosario

Jardin du Luxembourg

Jardin du Luxembourg

Espetaculo de mimica

Espetaculo de mimica
Jardin du Luxembourg

Rive Gauche

Rive Gauche

Barcelona Arco do Triunfo

Barcelona Arco do Triunfo

Museu de Zoologia e Historia Natural

Museu de Zoologia e Historia Natural

Jardin du Luxembourg

Jardin du Luxembourg
O despertar da primavera